Começar a utilizar o Vim/Neovim como único editor de texto ou IDE, realmente pode não ser fácil. Pra mim foi muito difícil aceitar e entender as razões de quem utiliza e defende tanto o uso do Vim principalmente entre desenvolvedores de software.

Depois de algum tempo de vídeos, livros, posts e tutoriais, comecei a gostar e sempre que estou utilizando um outro editor, não me sinto tão confortável e até mesmo confiante quanto no Vim. Estou decidido a escrever uma série de posts sobre o vim e tentar amenizar os perrengues praticamente inevitáveis pra quem está começando.

A escolha de editor de texto ou IDE é sempre uma discussão longa, creio que seja apenas questão de gosto, no fim das contas, não creio que exista um melhor que o outro, porém aquele que mais te agrada, te deixa mais eficiente e rápido no seu processo de trabalho e isso é um ótimo motivo para escolher e se aprofundar em algum editor de texto, é sua ferramenta de trabalho e deve ser levado a sério.

Dica número 1

Não largue de vez o seu editor de texto atual, seja o Visual Code, Sublime, Atom e etc. Em projetos que a velocidade de execução necessite ser maior, use o seu editor atual, em projetos que não precisem de tanta velocidade você pode utilizar o Neovim e ir se acostumando.

Dica número 2

Não se deixe vencer pela dificuldade. Algumas pessoas podem ter mais frustrações do que outras, eu por exemplo tive muitas e confesso ter desistido algumas vezes, porém a vontade de dominar o Vim, sempre foi maior.

Vamos instalar

Estou atualmente utilizando o Neovim no MacOS, mas conforme essa página, está disponível também para Windows e Linux.

Escolhi instalar através do Homebrew, uma ferramenta de gerenciamento de pacotes do MacOS com o comando:

brew install neovim

Com isso, já deve ser o suficiente para acessar o Neovim através do seu terminal com o comando nvim dentro de algum diretório:

nvim .

No meu caso, a pasta myproject apenas com um README.md dentro dela.

My Project

Utilizando as teclas de navegação K (Pra cima) e J (Pra baixo) e depois usando a tecla Enter ou Return para acessar o arquivo README.md

My Project

Que contém apenas um "Hello World!".

Modos de operação no VIM

O Vim possui 4 modos:

  • Modo Normal que é geralmente o padrão quando o Vim/Neovim é aberto ou quando a tecla ESC é acionada.
  • Modo de inserção, é nesse que o texto é alterado de fato, acionado através da tecla i ou a.
  • Modo visual é um modo de seleção do texto, acionado através da tecla v.
  • Modo comando através desse modo os comandos no vim são executados, acionado através da tecla : quando se está no Modo normal .

Fechando um arquivo (buffer) / saindo

Para sair do buffer README.md e retornar ao início, ative o Modo Normal através da tecla ESC, em seguida com o comando :b#.
Para sair de um arquivo ou até mesmo do Neovim, utilize o comando :q

Resumo

Esse post passou por alguns conceitos do Vim/Neovim, movimentação através das teclas K e J, os modos de operação, fechar um buffer ou sair de um arquivo.